Um palmo de aranha

Faz muitos meses, encontrei uma aranha, daquelas grandes e peludas, que mais parecem mamíferos, em cima do sofá. Quando fui buscar o aspirador, ela se enfiou dentro do sofá. No dia, eu meti a mangueira do aspirador em toda fresta que encontrei e acreditei ter conseguido aspirar a bendita, mas…

O tempo passou, passamos 3 meses fora, voltamos, e muitos meses depois, quando eu já havia esquecido da Dona Aranha, eis que, ontem, após o jantar, fui me refugiar na sala de estar para comer um chocolate longe do alcance dos olhos dos meninos e, ao dar a primeira mordida, quem eu vejo? Um palmo de aranha toda prosa na parede ao lado da poltrona em que eu estava sentada. Quase engasguei (bem feito! Quem manda comer chocolate escondida das crianças!). Dei um berro sonoro, que trouxe os homens da casa direto pra sala para me salvar.

Não sei se a aranha era a mesma (quero acreditar que sim), mas se era, estava bem crescidinha, supernutrida e bem esperta. Só espero que ela não tenha deixado herdeiras por aqui. Pois é, herdeiras, porque ela partiu desta pra uma melhor. Falei pro marido não matar, pra colocá-la lá fora, e ele tentou, coitado, mas a bichona tentou escapar e acabou sendo vítima de sua pressa :(. Morreu.

Este é o lado ruim de se morar na Austrália. Os bichos são grandes por aqui. E nem precisa estar na fazenda, nem numa casinha de sapê.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s