Campus visit 1/3: South Korea

E lá foi meu maridinho visitar o campus de South Korea.

Mauricinho saiu de casa hoje às 4 da madrugada (e eu não dormi mais desde então) rumo a sua primeira campus visit. A primeira de três possibilidades completamente diferentes e eu só consigo pensar em uma coisa: será que iremos parar num desses 3 destinos? Ou será que a vida nos levará para um quarto destino ainda oculto?

O estresse tem sido grande por aqui. A incerteza vem nos consumindo. Tentamos não falar muito a respeito, mas a verdade é que nossos pensamentos estão tomados pela angústia do incerto.

Não que a vida seja certa ou previsível, mas convenhamos que morar na Austrália e estar prestes a se mudar para outro continente, sem saber se será a América, a Europa ou a Ásia é bem estressante, né?

Mas estou tentando não me prender a expectativas e nem desenvolver preferências, até porque, como já contei, cada opção tem seus pros e contras.

Como a principal vantagem de cada lugar, temos:

S. Korea – 1. rolaria de fazer um pé de meia super digno; 2. seria uma experiência de vida bem interessante.

Itália – 1. realizaria meu sonho de morar na Europa e poder viajar bastante por lá; 2. os meninos aprenderiam mais uma lingua.

USA – 1. é a melhor opção de universidade; 3. finalmente teria uma casa pra chamar de minha.

Mas como toda rosa tem espinhos, há também o lado negativo:

S. Korea – 1. continuaríamos muito distantes da família no Brasil; 2.viveríamos na bolha dos expatriados.

Itália – 1. o incentivo financeiro é bem menor; 2. os meninos provavelmente perderiam o inglês.

USA – 1. boring; 2. aceitar que é o fim da linha, que a aventura acabou.

Mas, vamos devagar, porque o mês está apenas começando e a maridinho nem desembarcou na Korea ainda, rs.

Uma visita de cada vez e que no final, a oferta venha do lugar que for melhor para nossa família.