Pienza

p1020282

Tá acabando 😦

A tristeza de deixar a Toscana já está batendo. Vou sentir saudade do pôr do sol alaranjado, da tranquilidade, da beleza das estradas, dos vilarejos simpáticos, das pessoas sorridentes, dos garçons que parecem saídos de um filme.

Hoje fomos a Pienza, terra de Pio II. Decisão de última hora. Última hora não, último minuto!

p1020284p1020290p1020295p1020296p1020301

Acordamos achando que iríamos pra uma terme e acabamos indo à Pienza.

E que linda é Pienza! Morri de amores e ressuscitei pra morrer uma vez mais. Aliás, a região onde fica Pienza é recheada de outros vilarejos lindos, pena que fica mais distante da nossa base :(. Da próxima vez que viermos por aqui, com os meninos maiorezinhos, vamos certamente dividir nossa estada em pelo menos 2 bases: uma mais ao sul, em Grosseto, região que não conhecemos, porque ficava a 3 horas e meia da nossa base; e uma mais central, nos arredores de Siena ou Arezzo.

p1020340p1020357p1020359p1020388p1020396

Chegamos em Pienza às 2 pm (como já contei, é difícil arrancar esses moleques da cama cedo), pensando em almoçar dignamente, como fizemos ontem. Entretanto, vejam vocês, por essas bandas, na hora do almoço, os restaurantes abrem a cozinha por duas horinhas apenas, ou seja, fuén fuén fuén. Em vez de almoçarmos em grande estilo, com uma vista linda do vale, o fizemos numa pizzeria (gostosinha, não nego), numa pracinha logo na entrada do vilarejo. E, gente, vou contar um segredo pra vocês: não aguento mais comer massa!!!! Pizza então, só como novamente ano que vem!

Tô craving por uma saladinha com um peixinho grelhado e, para sobremesa, salada de frutas! Choquem-se!

Almoçamos e fomos explorar a cidade. Percorremos as ruas principais e também as mais escondidinhas. Nos deleitamos com as vistas divinas do vale e tomamos o melhor gelato do mundo (tá, do mundo não, de Pienza, rs).

p1020371

Ficou para a próxima a visita ao Palazzo Piccolomini, onde estava rolando uma exposição super bacana da Helga Vockenhuber, mas não se pode ter tudo, né? Em compensação, presenciamos uma parade (parade mesmo, não é gíria) tradicional do vilarejo, com a garotada à caráter, tocando tambores e apresentando uma coreografia ensaiada com bandeiras. Fenomenal.

Adoro o fato desses vilarejos manterem as tradições vivas e, mais ainda, de ver como a juventude se dedica e participa ativamente de eventos como este. País que tem memória e mantém viva sua história é outra coisa, né?

Voltamos pra casa felizes, com a sensação de termos, no ultimo minuto, feito a escolha certa de passeio.

Já chegando em casa, pedi pro marido passar no Mercado e comprar uma salada de fruta. Tava com desejo, rs

p1020408p1020411p1020415

Amanhã, finalmente vamos conhecer as Cinque Terre. Mal posso esperar! Será no esquema turistão: Cinque Terre em um dia, mas acho que vai ser gostoso. Além do mais, será um bom ensaio para nossa próxima vez, quando, certamente, farei cada Terre com mais calma.

Bom, hora de colocar os moleques na cama, porque amanhã, todo mundo vai acordar cedinho nessa casa 😉

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s