Certaldo e Montefioralle

p1020103

Ai ai… Que delícia foi nosso dia!

Hoje, minha meta era fugir completamente das rotas turísticas. Além de não querer nem passar perto de Siena, Arezzo, Firenze e afins, eu quis evitar até mesmo os vilarejos mais populares no alto do morro.
A intenção do dia, que por sinal foi alcançada com louvor, foi conhecer os vilarejos menos populares, menos turísticos e nem por isso menos encantadores, muito pelo contrário.

p1020104p1020109p1020110

Como de costume, saímos de casa por volta das 11am – sempre vamos dormir perto da meia-noite, logo, a galerinha acorda tarde, invariavelmente – em direção a Certaldo, terra natal de Boccaccio, mais ou menos uma hora e meia de onde estamos. Chegando lá, quase dei meia-volta. Parecia uma cidadela bem ordinária e além disso, estava completamente vazia, comercio fechado, nenhuma viva alma nas ruas. Detalhe: em pleno sábado! E, pior, não era um hill top village.
Chegamos a entrar e sair da área de estacionamento.

p1020192

Sorte minha, que meu marido estava ligado e avistou um furniculare e uma cidadela no alto do morro, ao final de uma rua. Bingo! A beleza estava lá!

Estacionamos e caminhamos até o furniculare, que eu um minuto nos levou ao topo e um vilarejo lindo de viver se abriu pra gente.

Sabe aquela sensação instantânea de felicidade, de satisfação e alegria plena? Foi exatamente o sentimento que me invadiu naquele momento, como um tsunami do bem. Meu coração acelerou, eu respire fundo, olhei em volta e tatuei um largo sorriso no rosto.

Demos uma volta pelo vilarejo, que estava exatamente como deveria ser: poucas pessoas pelas ruas, os restaurantes preenchidos na medida certa, sem tumulto, mas com vida, com vozes, com alegria.

p1020116

p1020105

Cada esquina, cada passagem, cada vista, tudo na medida certa, tudo tão inspirador. Em pensar que eu quase dei meia-volta, que quase fui embora, espantada pela aparência ordinária da cidade baixa, sem me tocar que aqui é super comum as cidadezinhas terem uma irmã mais velha no alto do morro.

Escolhemos um restaurantezinho simpático com uma vista linda, para almoçar. Sim, almoçamos também a vista.

E a comida, gente? Peloamordedeus, como come-se bem nesta Toscana.

L’Antica Fonte é o nome. Pode anotar. Anote várias vezes, em vários lugares. E vá a Certaldo, andar por suas ruas, se embriagar na sua beleza e almoçar ou jantar neste restaurant delícia.

p1020153

Após um almoço de respeito, continuamos nosso passeio, tiramos mais fotos e, confesso, tie muita vontade de ficar por lá até o sol se por, maaaaaas, culpa da minha pouca fé, pagamos o estacionamento por meras 3 horas.

p1020118p1020134p1020135p1020171p1020175p1020183

A visita ao Palácio ficou pra próxima. Sim, a próxima, porque eu certamente voltarei a Certaldo. Nem que leve 10 anos, eu volto!

p1020197

Na volta pra casa, resolvemos dar uma passadinha em Montefioralle, terra de Américo Vespúlcio, que dizem ser o hill top village mais antigo e mais característico da região do Chianti. Piccolo-piccolo-piccolo, é um vilarejo de praticamente uma rua só que corre ao redor do topo do morro. Você literealmente dá uma voltinha por lá.

Mas não menospreze essa voltinha, viu? O vilarejo que parece ter saído de uma pintura, parece também ter parado no tempo. Até uma oficina com um senhor consertando sei lá o que, a marteladas, encontrei. Não só as fachadas são feitas em pedra, mas também as ruas são pavimentadas assim. E as jardineiras floridas que, exuberantes, colorem as fachadas medievais? Gente, é daqueles lugares pra morrer de amores.

p1020200p1020204p1020222p1020228p1020253

Não sei quando voltaremos à Toscana (sim, sou dessas que gosta de repetir lugares. Gosto de sentir, de viver os lugares, de tatuar a minha alma com imagens dos meus lugares favoritos), mas quando voltar, faço questão de ficar no alto de um desses vilarejos “Desconhecidos”, quero o mais lindo, o menorzinho e o menos popular. Quero passar pelo menos uma semana levando a vida local, conversando (ou tentando conversar, rs) com o senhor da lojinha de consertos.

Prazer, meu nome é Erica. Eu planejo a próxima viagem, enquanto ainda estou viajando.

Bom, são 9 pm, o sol laranja se pôs atrás das montanhas, é hora de sairmos pra jantar.

Meu marido disse que não aguenta mais comer tão bem 😛 Confesso que até eu estou quase não aguentando mais, rs.

p1020279

O que vamos fazer amanhã? Boa pergunta. Sei não.

Uma das famosas termas da Toscana, talvez?

A saber 😉

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s