Vivi leitor – fantasia x realidade

O Vivi é assim: reclama horrores cada vez que tem que ler um livro – o problema é que todo dia ele precisa ler um livro, já que esta é praticamente a única obrigação que a escola passa como dever de casa.

É uma guerra! Ele diz que odeia ler, que ler é muito chato, blá blá blá… Até…. ele encontrar um livro que gosta. Aí, minha amiga, sai de baixo! Ele devora o livro!

A primeira paixão foram os livro  do Leigh Hobbs – mas ele gostava mais das ilustrações do que das histórias em si. Depois vieram os livros da série “Treehouse”, do Andy Griffiths, que tinham um pouco mais de história, mas ainda eram cheios de ilustrações. A bola da vez são os livros do Jeff Kinney, da série Diary of a Wimpy Kid, que ele simplesmente ama! Adora as histórias, lê em pé, lê sentado, lê deitado, lê andando, lê comendo… difícil fazê-lo largar os livros. Ele gosta tanto, que assiste ao terminar um livro, assiste o filme e já quer o próximo. E, claro, adora também as ilustrações e acaba criando suas próprias versões.

Os livros, de fato, são bem divertidos (e os filmes também, rs), especialmente porque a gente consegue se imaginar em várias situações narradas. O vivi, muitas vezes, é o próprio Greg, e diz que o Nick é o Manny, o irmãozinho mais novo do Greg.

Mas a família do Wimpy Kid é de 5. E, talvez por isso, o Vivi tenha encasquetado que precisa de mais um irmão… um irmão mais velho (!!!).

Agora ele sossegou um pouco, mas passou duas semanas, me pedindo, todo santo dia, por um irmão mais velho (pra ser o Rodrick da família). Disse que era isso que ele queria de aniversário: que adotássemos um menino mais velho, um teenager, pra ser seu irmão.

Simples este menino, não? Ele “SÓ” quer isso de aniversário, ganhar de presente um irmão mais velho!

O que eu sei é que o moleque estava decidido, queria porque queria ser o irmão do meio, por mais que eu tentasse explicar que não é simples assim (e que também não ia ser nada legal pra ele, rrsrsr), entrava por um ouvido e saía pelo outro. Ideia fixa! (não sei a quem puxou, rsrsr)

Até que, ao mudar de livro, percebeu que o irmão mais velho acabava sempre se dando bem (ou pelo menos melhor que o irmão do meio). Foi quando ele decidiu mudar de tática, queria agora ser o irmão mais velho… de 3. Foi assim que ganhei um aliado na campanha: queremos o terceirinho! hahahaha (não que isso vá adiantar de alguma coisa, mas é sempre bom ter aliados, rs)

E assim, misturando a fantasia à realidade, se identificando com personagens e histórias, Vivisauro vai sendo fisgado, livro a livro, pelo bichinho da leitura, o que me deixa muito feliz. Quanto mais livros, menos YouTube, menos Minecraft, menos iPad. Quanto mais leitura, mais fantasia na vidinha dele 🙂

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s