St Remy de Provence e arredores (de bike!)


Hoje, pra inaugurar nosso primeiro full day “en Provence”,  o passeio foi audácia pura.

Euzinha, a desequilibrada,  carregando o Nickito na cadeirinha da bike e o Mauri com uma bike dupla, com o Vivi atrás, que tal?

A bike, claro, era elétrica, porque passeio pelo countryside de Provence pra ser glamuroso, tem que ser sem muito esforço, né não? Encontrei meu elemento, gente!

Visualizem: euzinha, cabelos ao vento, pedalando ora entre campos de oliveiras, ora entre vinícolas, descobrindo Igrejas de pedra e aldeias sem uma viva alma pelas ruas. Subir ladeiras, se enveredar por ruínas, avistar lá do alto uma paisagem de tirar o fôlego e depois dar uma paradinha num café, tomar um vinho branco refrescante e beliscar queijinhos e frios, à francesa 🙂 Ah, e o banheiro do café? Super cool!

Detalhe foi o Nick paquerando a menina do café – mandando beijo e jogando charme sob forma daquele sorriso tímido que só ele sabe fazer.

Tudo muito lindo, né? Só que… cês sabem, né? Imprevistos acontecem e nós não só pegamos caminhos errados várias vezes (quase dobrando as horas pedaladas), como pegamos caminhos de pedrinhas, super difíceis de pedalar, e foi numa dessas que, eu, com o Nick dormindo na cadeirinha, tive que sair da bike e dar meia volta pra tentar um caminho mais pedalável. Até aí, tudo bem, não tivéssemos , durante a manobra, eu, a bike e, é claro, o Nick (dormindo, coitado) caído, assim cataploft, no chão de pedrinhas. Graças a Deus, nada pior aconteceu, além do enorme susto, especialmente do pobre Nickito que acordou no chão (amarrado à bike).

Passado o susto, voltamos a nossa rota de volta e após pegarmos o caminho errado mais umas duas vezes, chegamos sãos e salvos just in time, antes que a loja fechasse :).

Em nosso passeio, saímos de St Remy e passamos por duas aldeias, Moleges e Eygalyeres, onde pudemos parar não só pra nos refrescar, como também pra babar na lindeza (especialmente em Eygalyeres). A experiência só não foi nota 10 pra todo mundo, porque o pobre marido, já no finzinho do passeio, exatamente no trecho mais difícil, se viu sem bateria! Agora visualizem o bichinho pedalando num chão fofo de pedrinhas, e depois nas subidas, puxando a bike do Vivi… not very fun 😐

Eu, graças à Deus (ou graças a eu ter usado menos o modo elétrico durante o passeio, rs), terminei sem suar… quem poupa tem  – fica a dica ;).

Mas a verdade é que poderíamos ter pego baterias novas em uma de nossas paradas, só não o fizemos porque a mocinha que nos passou as instruções, disse que não seria necessário, mas acho que ela não contava que fôssemos nos perder tantas vezes pelo caminho..

Ai, gente,  tirando os contratempos (que no fim das contas fazem parte da aventura, rs), o dia hoje foi mais-que-perfeito – super recomendo o passeio de bike por uma das várias rotas lindas de viver. Foi, na minha humilde opinião, a melhor forma de conhecer o interior de Provence na íntegra. Delícia mesmo! Não fosse um passeio tão puxado pras crianças, faria pelo menos dois outros durante nossa estada aqui.

Quem estiver planejando vir a Provence e quiser se aventurar pelo interior de bike, clica aqui ó: Sun e Bike.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s