Mauricinho e seu portuñol descarado

Desde que aqui aportamos, o marido se recusa a falar em inglês (ou escrever) com quem quer que seja. No começo ele se dedicava, agora tá relaxando. Manda um portuñol safado sem vergonha nenhuma!

Noutro dia, voltando pra casa, começou a chover. Paramos numa vendinha a procura de um guarda-chuva. Ele, com a cara de pau maior do mundo, arriscou: “guarda-chuva? guarda-lluvia?” Fez até mímica! Mas como já contei, minha observação é que em geral, o povo aqui só entende se falamos bem direitinho. Por sorte, o dono da loja arranha o inglês e nos apontou o cesto de umbrellas.

Agora, gente, vamos combinar? Tava cho-ven-do! O marido fala “lluvia”, faz mímica… e ainda assim o carinha não entende? Que que isso! Anyways… na saída perguntei como se falava umbrella e “descobrimos” que mais óbvio impossível: paraguas! Faz muito mais sentido “parar águas” do que “guardar a chuva” né não? 😛

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s