outubro com menos bodes na sala

Ao contrário de Setembro, Outubro, graças ao bom Pai do Céu, começou bem – tava na hora, né? Eu estava com urgência de boas notícias.

Na verdade a boa notícia nada mais é do que a retiradas de alguns bodes da sala.

Na primeira semana do mês, duas consultas com dois especialistas diferentes e apesar dos rios de dinheiro que temos gasto com médicos (especialmente os de medicina oral, que não sei porque não nos dá direito a “rebate” do medicare – so unfair!), finalmente paguei feliz por duas consultas.

Resumindo a ópera, feitos os exames e scans, parece que afinal NÃO tenho artrite reumatóide nos maxilares (yay!), e ao que tudo indica, meus problemas estão relacionados ao desgaste e mudança na “shape” dos ossos, devido a pressão que eu venho colocando nos meus dentes durante muitos e muitos anos. Não chega a ser um bruxismo daqueles de ranger os dentes, mas dia e noite, me pego fazendo muita pressão nos dentes, o que ao longo dos anos foi causando um desgaste nos mesmos e, pior, uma alteração nos ossos e articulações. Entretanto, parece que não é (ainda) caso de cirurgia e que o uso de um splint (coisa de quinhentos dólares) noturno deve ajudar a diminuir o desconforto.

Aparentemente, o caso do dente amolecido também pode ter sido em decorrência disso – o outro especialista não acredita que a boca seca (da síndrome de Sjogren) tenha a ver com isso, porque em geral, quando o amolecimento é decorrente da secura da boca, todos os dentes ficam prejudicados (pa-vor! Deus me proteja…).

A boa notícia da semana é que este mês, gastaremos somente uns mil dólares (além das consultas) com splint e limpeza profunda  (de um dente !!!!). Esta é a “beleza” de se ter vários bodes fedorentos na sala – o que pra uns seria a má notícia, pra mim é a retirada de dois bodes da sala.

Ainda tenho outros tantos, mas agora já dá pra respirar um pouquinho melhor 🙂

Agradeço a Deus (e a minha GP e dentista) por terem me dado indicações de especialistas tão bons, dedicados e competentes. Faz uma diferença enorme você confiar no médico que te atende e até agora, tenho dado muita sorte com todos os meus (e olha que não são poucos! rs).

 

Em tempo – Pra quem não está familiarizado com a expressão, “bode na sala”, aqui vai a explicação:

“Dizem que um pai de familia necessitado, passando por sérias dificuldades, morando numa casinha muito pequena e com muitos filhos, foi pedir ajuda ao pároco da cidade.
Chegando lá, contou o seu drama e o padre lhe deu um bode com a recomendação de que, durante uma semana, ele montivesse o bode na sala e depois disso voltasse lá. 
Passada uma semana, o cidadão voltou e o padre perguntou: e então? as coisas melhoraram?
– Não, seu padre. Não melhorou nada…
– Então, devolva o bode e volte daqui a uma semana. Disse o padre.
O sujeito devolveu o bode e uma semana depois retornou. Novamente o padre perguntou: E então? as coisas melhoraram? 
– Agora sim, seu padre, melhorou bastante. Sem o bode a gente tem espaço na sala e não tem mais aquela fedentina”

ou ainda:

“Uma familia que vivia na miseria dormindo em um só quarto em 10 pessoas não aguntavam mais viver assim um perturbando o sono do outro.
A familia tinha um bode.
colocaram ele também para dormir dentro do quarto por um mês, ao final ninguem suportava seu cheiro e berros a noite.
Retiraram o bode e todos passaram a dormir tranquilos e sem reclamações.
Moral da hístória- Sempre Há mal maior do que aquele que imaginamos que estamos passando.”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s