Sobre dentes e mentiras (brancas)


Esta semana, Vivi que já estava mega ansioso com o dente mole, finalmente ficou banguela. Se bem que banguela mesmo não ficou, já que o dentão permanente (e afoito) nasceu e cresceu antes do de leite cair, rs

Eu, claro, tinha que arrancar o primeiro dentinho do meu primeiro filhotinho. Esperei longos 5 anos, 9 meses e 19 dias, mas o dia finalmente chegou. E foi à noite, logo após o jantar, que arranquei o dito-cujo.

Vivi gargalhava de alegria, eufórico como nunca vi! O sangue rolando solto e ele rindo, feliz da vida. Vai entender esses meninos!

Segurou o dentinho miúdo até a hora de dormir e quando o momento chegou, colocou-o sob o travesseiro e me perguntou preocupado: “mas mamãe, como a tooth fairy (fada dos dentes) vai entrar aqui em casa?”

Ao que eu respondi: “ah, meu filho, não se preocupe, ela dá um jeito! Papai Noel que é muito maior entra, não entra? Então!”

E neste momento, me senti uma enganadora-mentirosa – mas fazer o que? Quem nunca fez no chão as pegadinhas do coelhinho da Páscoa que atire a primeira pedra, rs

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s