antigamente

Antigamente, quando o pequenininho ficava em casa comigo sozinho, eu ainda conseguia fazer alguma coisa, tipo lavar um banheiro, aspirar a casa, colocar a roupa pra lavar…

Agora a choradeira e a gritaria são tão intensas cada vez que eu fico fora do seu campo de visão, que simplesmente não dá pra fazer quase nada. Tenho que me contentar em colocar a louça na máquina enquanto ele assiste um desenho, ou em, sentada ao lado dele, postar essa breve história pelo iPhone – sim porque se eu pegar o iPad, ele vai querer.

Sério, se ele não estiver me vendo, entra em pânico. Chora com lágrimas pesadas de desespero. E pior, muitas vezes não aceita nem ficar no mesmo ambiente, se eu não estiver dando atenção pra ele. Seja dando colinho, desenhando junto ou comendo o “papazinho” que ele fez.

Hoje no breve momento que eu sentei  em frente ao computador pra responder um email, ele, com a cara mais “coitada” do mundo, chegou pertinho de mim, me olhou com olhar de gatinho de botas e, numa tentativa desesperada disse: “Mamãe, ca-be-LO” só porque sabe que eu me derreto toda.

Muito danadinho ese rapaz.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s