Há 11 anos

Há onze anos, eu estava no Bistrô Brasil, ao som de Alex Cohen, quando um rapaz muito crítico, amigo de uma amiga, sentou em frente a mim. Naquela noite, nunca, nunca mesmo, me passaria pela cabeça (nem mesmo após as várias Smirnoff ice que tomei), que aquele rapaz viria ser meu marido, tampouco o pai dos meu filhos.

Mas foi… e é.

Naquela noite, eu não sabia, mas meu destino estava traçado. Em uma semana aconteceria o primeiro beijo e em duas, começaríamos oficialmente a namorar, para dali a pouco mais de dois anos noivarmos, dois meses depois casarmos e um mês mais tarde mudarmos de mala e cuia para outro país.

Hoje, onze anos após nosso primeiro encontro, após a primeira vez que nossos olhos se encontraram, não consigo imaginar como seria a minha vida sem o meu Mel, meu maridinho, companheiro, melhor amigo, pai mais que dedicado dos meus pequenos.

Eu tenho mesmo muita sorte.

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s