De Phuket: sétimo dia

Sétimo dia, de volta ao protetor ao invés do bronzeador. O único problema é que o protetor que encontramos aqui é uma bela porcaria e o nosso aussie acabou todinho. O raio do protetor thailandes é tao ruim que comeco a desconfiar que a culpa da queimadura foi dele e não do bronzeador 🙂

Hoje o dia amanheceu nublado, com aquele mormacinho gostoso que nos faz ter a sensação que não estamos nos queimando, sabe? Então, aquela ilusão que deixa marcas 🙂

O dia está sendo preguiçoso, so na piscina com as crianças, nem à praia fomos ainda… talvez mais pro fim do dia…

Haviamos marcado o passeio a Phi Phi pra amanha, mas remarcamos pra terça, véspera de nosso regresso à terra do cangurú, porque aparentemente a previsão pra amanhã é de heavy rain e ninguem merece fazer passei de barco o dia inteiro com chuva, né não?

Engraçado, lá se vão sete dias aqui e sinceramente não estou nem um pouco home sick, queria era ficar mais sete dias. Essa vida molezinha está me deixando mal acostumada (até tempo pra escrever no blog estou tendo, veja você!), vai ser dificil voltar a realidade.

Há três anos, estávamos em Fiji com o Vini e, meodeosdoceo, que experiencia diferente está sendo esta viagem! Apesar de termos não um, mais dois molequinhos, nossa estada em Phuket está muito mais fácil. O Nick, apesar de apresentar traços do terrible twos, é um ótimo menino e o Vivi já está grandinho, o que facilita bastante – apesar dele ser bem atrevidinho e mimado, a gente já consegue não ficar com a sensação de que vai precisar de outras férias… Se bem que, cá entre nós, não seria nada mal ter umas férias assim só que a dois, ai ai….

Começou a chuviscar, melhor eu fechar o macbook e procurear meus meninos 🙂

PS. Meus planos de ter uma viagem mais cultural foram, obviamente, por agua a baixo, já que sequer conseguimos andar por Phuket Town, quem dirá visitar templos e o Big Buda… A gente acaba tendo que abrir mão de diversas coisas por causa das crianças… Mas tudo bem, fica pra próxima, o que vale é que o Resort é perfeito pra férias em família, especialmente pra young families. Dois vivas pra rede Sunwing 😉 – que alias, precisamos visitar outros resorts da mesma rede, quem sabe na grécia ou na espanha? Não seria nada mal :-), sem falar que o turismo urbano seria muito mais viável também 😉

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s