me empresta?

Como voces sabem, estamos em processo de desmonte da casa. Na cozinha restam muito poucos utensílios, quase tudo estah empacotado… inclusive o medidor. Mas a pessoa aqui nao passa aperto, sabe? A gente trabalha com o que tem… e o que a gente tem? Mamadeira! Mamadeira/medidor 🙂

BTW

Sei que to devendo fotos dos aniversarios do Nick, do Mauri e do Vivi. Os posts foram escritos faz tempo, mas como ainda nao consegui tempo pra agrupar as fotos, eles seguem ocultos. Quem sabe na terca-feira, sim aquela curtinha, eu consigo encaixar a publicacao dos posts pendentes? 🙂 Como diria o Vivisauro, “vamos ver…”  😉

Ah, e BTW, finalmente ganhei meu personal macblook pro, uhuuu!!! Agora sim, tenho o instrumento de trabalho que precisava. Agora ficou facil, soh falta arrumar tempo :0|

quem foi que disse?

Quem foi que disse que outra semana sozinha com as criancas so no ano que vem? Ha-ha-ha, aqui estou eu novamente, acreditam? Isso jah tah virando brincadeira (de mau gosto, claro). Mal maridinho chegou em casa, recebeu um email marcando outra ida a jato (a jato pra ele, nao pra mim!) a Terra do Uncle Sam. Mais uma semana bonus pra eu desfrutar sozinha das crias. Iupiiii :0|
Acabamos de deixar o papai Mauricio no Aeroporto e minha cabeca jah estah explodindo.
A casa estah desmontada, estantes vazias, caixas por toda parte. Ateh os armarios da cozinha fazem eco – se eu quiser fazer um bolo, vou ter que comprar uma assadeira. Mas sabem o que eh mais desesperador? Creche soh na terca-feira, ou seja, tenho saaaaaaabaaaaadooooo, dooooomiiiiiinnnngoooooo e seeeeeeguuuuunnnndaaaaaa inteirinhos com os molequinhos e terca (curtinha) pra continuar a saga do empacotamento.
Mas nao vou listar as pendencias pre-viagem, pelo menos nao agora neste post, pra nao entrar num panico maior do que jah estou. Um dia de cada vez…

Noooooooossaaaaaaa

– Mona Lisa nao tem sobrancelhas
– a Torre Eiffel tem 1792 degraus
– animais que botam ovos nao tem umbigo
– flamingos sao cor-de-rosa porque comem camaroes
– leite de camelo nao ferve
– para cada humano, existem um milhao de formigas
– pererecas nao conseguem engolir com os olhos abertos

Isso e muito mais (noooooossaaaaa :)) voce aprende durante a estada do bom e velho Chico (ouvi essa expressao a primeira vez da minha bisavoh). Como? Aqui na Australia, uma das marcas de absorvente traz no papelzinho que protege a parte da cola centenas do que eles chamam “odd spot”, trocadilhozinho infame, ne nao? Enfim, curiosidades pra quem tem olhos curiosos. O pior eh “research shows” que daqui a uns dez anos, vou achar que adquiri essas preciosas informacoes em algum artigo de revista, programa de televisao, ou, de algum especialista no assunto 🙂 – e meus netos ainda vao me achar muito sabida ;). Noooooooossaaaaa 🙂

Dupla contagem regressiva

Faltam 17 dias pra nossas “ferias” no Brasil e ateh lah tenho uma lista parruda de coisas a fazer, sendo que os dias em que tenho os meninos em casa, eh impossivel ser produtiva, logo, missao impossivel parte I ativada.

Faltam 68 dias pro http://homesweetener.com ir ao ar e ateh lah, ainda preciso nao soh terminar a producao do site e decidir detalhes de formato e estrutura, como tambem produzir os posts iniciais. Ou seja, missao (ainda mais) impossivel, parte II ativada.

Claro que meu plano insano de ter tudo pronto ateh o dia da viagem foi por agua abaixo. Se ao menos eu fosse letrada na arte de construir websites… Ou entao se ao menos eu tivesse tempo! Por que eu resolvi tirar o Vini da creche por dois dias? Por que eu soh coloquei o Nick na creche por dois dias? Tah,eu sei porque… Pelo mesmo motivo que estou tentando o movimento de organizar uma plataforma de trabalho em casa, pra passar mais tempo com eles. Mas gente, neste exato momento o que eu precisava mesmo era que os dois estivessem na creche pra eu poder dar conta de tudo que tenho pra resolver.

Boa sorte pra mim!

Sabado soh meu?

Claro que nao, ne? Todo aquele plano delicioso de nao alimentar bocas famintas, nao dar banho em corpos pequenos, nao trocar fralda de bumbum sujo, nao atender ao “acabei!!”, nao colocar pirralhos pra dormir, nao escovar dentes de leite, nao ouvir crianca fazendo pirraca ou chorando… Todo aquela plano foi pelo ralo. Sabem como eh neh? Cao que ladra nao morde, quem muito fala pouco faz e a mamae aqui continuou posando de mamae no suposto sabado de folga e mais, ainda aderiu o movimento de empacotar a casa. Alguem aqui sabe o que eh tentar empacotar a casa com um bebe que desempacota e esconde itens e um molequeinho que quer muto ajudar, mas mais atrapalha do que ajuda (sem falar que matraca o tempo inteiro!). Gente, pra quem nao sabe, soh digo uma coisa, melhor ficar na ignorancia. Eh dureza! Mas do que eu to reclamando? Ateh consegui tomar um banho relativamente demorado e lavar os cabelos (e usar condicionador! Um luxooo! Uhuuu!)
Hoje eh domingo e o unico luxo que tive foi sair pro brunch, mas isso foi soh um intervalinho porque jah acordamos montando caixas, preenchendo caixas, fechando caixas, empilhando caixas… O brunch foi soh uma desculpa pro break, depois voltamos a ativa. Ah sim, este post soh estah sendo possivel, gracas ao intevalo do almoco (e thank God, o bebe tah tirando uma sonequinha). Mas daqui a pouquinho a luta continua. O pior eh que ainda nao estamos nem na metade do caminho. Como pode uma familia que se muda tanto acumular tanta coisa?
Okay, the break is over.. Back to work!

Memoria e popularidade

Semana passada, levei o Vivi pra cortar as madeixas (se dependesse dele, ele cortaria a cabeleira todos os dias, primeiro porque ele nao gosta de caracois e segundo porque ele adora sentar na cadeira-carrinho e assistir os filminhos, acha o maximo). Na saida do salao, pedi que ele abrisse a porta pra que eu pudesse sair com o carrinho do Nick, mas meu tao pequeno ficou um pouco enrolado com o peso da porta…e eis que surge uma amavel criatura que vinha entrando no shopping e vendo a dificuldade do mocinho, resolveu ajudar. Depois de agradecer, a primeira coisa que o danadinho fez foi olhar no fundo dos olhos da moça e dizer: eu acabei de cortar os cabelos… Voce tambem precisa de um corte… (esse meninote me mata de vergonha!). Mas nao parou por aih – ele adora jogar uma conversa fora – e foi logo perguntando “qual o seu nome”, ao que a gentil alma respondeu, emendando assim “eu sei o seu nome, eh vini nao eh?”. Pausa pro choque, porque, gente, choquei! Como assim?? E ela explicou: “é que Exatamenre ha uma semana, seu filho ficou brincando com o meu lah no posto de vacinacao… E sou a mae do Conan.” Ahhhhhh, tah… Mas gente, ainda assim! Isso foi uma semana antes, num outro bairro, numa outra atmosfera, num outro contexto. Mas o fato eh que ela lembrava do Vivi e ainda acrescentou que o Conan desde entao, fala dele todo santo dia. Nao sei se o que me surpreendeu mais foi ela ter lembrado o Vini ou se foi eu e o Vini nao termos lembrado dela. Mas o fato eh que na semana anterior, era finzinho do dia, e ela estava num look mais hippie e dessa ultima vez, estava toda arrumada, com jeito de business woman. Isso confunde a memoria fotografica das pessoas aqui, neh?
E por falar em memoria fotografica, a do Vivi eh otima, ne? Mas a memoria para nomes eh um desastre… Noutro dia, estava brincando com as miniaturas de super herois e, num intervalo de 5 minutos me perguntou umas 10 vezes qual era o nome do amigo do Batman. Que que eh isso, meu Deus!