long time…

Tá, nem tão longo assim, mas do jeito que eu ando cansada, parece que não apareço por aqui faz milênios.

A vida tá corrida, ando sem tempo pro xixi, quem dirá pra lavar os cabelos. Meus banhos são a jato, aliás, sou sempre a última a tomar banho, comer, dormir. Dormir? Ah, isso é coisa que não faço já faz quase um ano – sim, porque no ponto em que eu tô, aquelas noites mal dormidas por conta da mega barriga na qual little Nick habitava, eram noites maravilhosas. Pra vocês verem que tudo na vida é relativo.

O fato é que tô o bagaço do bagaço, completamente exausta, sem forças nem pra raciocinar.

Semana passada perdi minha hora no salão (e só me dei conta no fim do dia) e o jantar de aniversário de duas amigas. Qualquer dia ainda esqueço uma criança pra trás, ou saio de casa de pijama, ou, pior, esqueço o caminho de casa (pior? sei não…). Tô precisando urgentemente de férias. Férias mesmo. Ou então, pra não dizerem que sou gananciosa, queria dois dias só pra mim, num spa. Sem ter que fazer comida, arrumar a casa, limpar o banheiro, fazer a laundry, trocar fralda, amamentar, dar banho no bebê, no Vivi, enfim, dois dias tendo uma equipe pra cuidar de mim – pra variar um pouquinho.

Ando tão sobrecarregada que o estresse tomou conta do meu ser e o pavil já não existe mais. Não me reconheço. No espelho aquele reflexo já não me pertence. Tô no piloto automático e o problema é que essa versão beta do piloto está apresentando vários erros. Quero a minha mãe! (Mas antes, quero passar dois dias fazendo nada num spa, comendo comida que eu não fiz, tomando banho demorado, lendo  – tem noção de há quanto tempo nao sei o que é ter tempo pra começar e terminar um livro??? – dormindo por 8 horas consecutivas, sem ter que acordar a cada badalada pra acalmar o bebê).

Dizem que depois da tempestade vem a bonaça, pois eu estou aqui, no meio do tsunami esperando a calmaria faz tempo. Faz um ano. Tá, vou reclamar de que? Nesse último ano, por uma ou duas noites até dormi por 4 horas consecutivas! Além do que, as crianças são saudáveis, graças a Deus, a gente não tá contando moeda e muito embora estejamos muito longe da família, temos amigos maravilhosos à nossa volta.

Mas, gente, como um bom exemplar de ser humano, sou fraca e reclamo mesmo: preciso dormir senão vou enfartar. Sim, porque surtar eu já surtei. Já dei ataque de pelanca, já me aborreci, até gritei pra não explodir… mas a sensação é que vou explodir anyway e falta pouco.

Entretanto, no meio do temporal, tenho dois aniversários de criança pra organizar (sem contar o do marido), uma casa pra empacotar, um apartamento pra entregar, uma cirurgia pra fazer, malas pra arrumar, dois sites pra “finalizar” (finalizar, ha-ha-ha), uma lista de projetos pra preparar… Tudo nos próximos dois meses, que tal? Claro, isso sem falar que ainda tem casa pra cuidar, comida pra fazer, criança falando alto, aprontando e desobedecendo, bebê literalemte agarrado nas minhas pernas (e quando não, berrando desesperadamente como se o mundo fosse acabar) e marido doente (por uma semana já). Fala sério, foi ou não foi um mix de pedra na cruz, caipirinha no cálice sagrado e chiclete de baixo da mesa da santa ceia? Só isso explica.

Mas passei aqui só pra desabafar, agora acho que posso respirar fundo, contar até 10 e parar de reclamar porque mal ou bem, como eu disse lá em cima, as crianças são saudáveis, a gente não tá contando moeda e tem bons amigos (isso aí, só Poliana salva)

Mas se der pra rolar um milagrezinho, que seja um caprichado, daqueles que te (me) permitem voltar a dormir noites dignas de pelo menos 6 horas consecutivas. Fala sério, se é pra pedir milagre, vou pedir logo um milagre inteiro: Não dá pra rolar 9 horas bem dormidas a partir de hoje, não? 🙂

2 Comments

  1. Eriquinha, como fiquei com o coração apertado e doida pra poder te ajudar! Sua vida não tá nada fácil, querida, dá pra gente imaginar o "perrengue"! Vc tá certa em ser Pollyanna, mas n tem nada mais q vc possa fazer? Falar c um pediatra p o Nick dormir melhor? Trocar o leite por mamadeira p o Maurício poder amamentar à noite tb? E, já q n estão contando moeda, contratar uma sitter p, pelo menos, uma noite por semana!Enfim, estou só pensando em alternativas p melhorar sua vida, darling! Sorte aí p o milagre acontecer logo!Beijos beijos

    Curtir

    Responder

  2. Erica, que loucura!! Tenho arrepios só de pensar nas suas noites!! De longe só que posso fazer é torcer para que o Nick encontre um ritmo melhor e que novembro chegue logo para que você enfim descanse um pouco!!

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s