de repente, olhei pro lado e vi um rapaz

um rapaz sentado a bancada da cozinha, assistindo compenetrado um classico (A Bela e A Fera, mas abafa o caso, hahaha – ha 20 anos era a tia Lala que me fazia assistir over and over esse desenho, agora apos duas decadas de descanso, eh a vez do Vivi… e lah vou eu decorar, sem querer, todas as musicas e dialogos novamente, desta vez in English)

Vivi tah numa fase terrivel, mas as vezes, quando dah uma tregua, fico olhando pra ele e, por mais que eu queira me enganar, nao dah mais: ele estah um rapazote. Aquele meio baby, meio molequinho ficou pra tras e agora eh isso aih: perdeu aquela fofura das bochechas, ficou magrelinho e comprido, perdeu se livrou ateh dos cachinhos. Nao resta mais nada do meu baby Vini, quer dizer, restar resta, tudo guardadinho na minha memoria e nos albuns que eu insisto em colecionar (foto guardada no computador nao eh a mesma coisa).
Agora soh me resta desejar que ele continua a crescer saudavel e que deixe pra tras, em breve, a fase desobediente e implicante, pra que eu possa curtir todos os momentos da formacao de um rapazote adoravel.

Ah sim, olha as artes que meu rapazote anda fazendo:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s