xixi nosso de cada dia… e noite. Pra nao falar da independencia!

Meu pequeno grande Vivi eh show de bola, super carinhoso com o irmaozinho, vive cheio de amor, dando beijinhos, abracos e carinhos e dizendo “eu te amo, nick” a todo minuto 🙂 Eh, sem duvida alguma, um big brother exemplar. Aqui em casa, a gente briga com ele pelo excesso de carinho que ele teima em dar ao Nick, mesmo quando estah gripado e acaba passando pro pequeno os virus e bacterias adquiridos na creche. Ossos do oficio de ser um little brothr, I guess…

Mas o ponto desse post eh o toilet training que comecou quando o Nick estava prestes a nascer, mas tomou forca mesmo ha uns 4 meses. Nos, que no inicio, forcamos um pouco a barra, fazendo quadrinhos de recompensa e tudo mais, vendo que o Vivi nao estava muito preparado, acabamos deixando correr mais frouxo, ateh que notamos que ele, por conta propria, estava melhorando seus skills de segurar o xixi e o coco. Claro que tivemos acidentes no shopping algumas vezes (por varias vezes, tive que comprar roupa as pressas, inclusive), em casa, no parquinho, mas tudo faz parte do processo e gradativamente Vinizinho foi ficando fera noassunto.

Como estavamos com um recem-nascido em casa, decidimos esperar pra treinar o xixi da noite, mas pra nossa surpresa, Vivisauro domina mesmo a arte de segurar o xixi e jah havia algum tempo que as fraldas noturnas amanheciam completamente secas. Foi quando decidimos tirar de vez a fralda e deixa-lo dormir de cuequinha – coisa que ele adorou! Isso jah faz umas duas ou tres semanas e ateh hoje nenhum acidente ocorreu. Ele ateh acordou umas vezes de madrugada e de olhos meio cerrados pedia: xixi, xixi!! Fazia seu xixi e voltava pra cama. Mas de um modo geral ele espera ateh de manha numa boa. Um espetaculo.

Fora isso, ele estah tao independente que decidiu que sabe se limpar sozinho. Claro que apos cada numero dois feito, rola uma vistoria basica pra conferir se a limpeza foi bem executada, mas em geral ele faz tudo direitinho e apesar de nao curtir muito a parte de lavar as maos, ateh que estah evoluindo bastante: Segura o xixi ateh o ultimo segundo (porque tudo eh mais importante do que o xixi), corre pro banheiro, levanta a tabua pra fazer xixi, abaixa pra fazer coco, fecha a tampa quando termina (importantissimo), dah descarga, lava as maos com sabonete e quase sempre as enxuga 🙂 Um rapazote =)

To tao orgulhosa desse meu filhote 🙂

tudo de uma vez

Desde sexta a noite (hoje eh quarta), baby Nick comecou a apresentar sintomas de gripe finalmente. Finalmente porque nosso outro molecote, o maior, estava gripado e tossindo bastante e, claro, meus apelos pra que ele nao ficasse perto do Nick, nao o beijasse, tampouco o abracasse, foram completamente em vao, jah que o amor que ele sente pelo pequenino o impede de ve-lo sem toca-lo 🙂

O fato eh que o pequeno que ateh entao havia resistido bravamente a 3 ondas de resfriado aqui em casa, foi acertado em cheio e desta vez, nao resistiu e caiu doente.

No inicio foi o narizinho escorrendo, mas rapidamente chegou a tosse de cachorro, o peito encatarrado e agora a febre, que comecou ontem no fim do dia, varou a madrugada e persiste (um pouco mais branda) pela manha. Dei paracetamol de 4 em 4 horas pra tentar abrandar o sofrimento do pequenino, que pelou e penou no meu colo a noite in-tei-ra. Eu, claro, nao dormi. Ele o fez, mas assim bem levezinho, como um passarinho, acordando a todo momento, muito embora estivesse no aconchego dos bracos da mamae.

O pior eh que, desde a noite passada, a gripe o estah privando de comer. Nao achei que isso fosse acontecer, dado que o pequeno eh um comilao de primeira, mas aconteceu e o pequeno estah tao sem fome, que nem a perinha amassadinha que ele adora, nem o papazinho de legumes de carninha que a mamae faz, nadinha ele quer comer, e aquele bocao de outrora, que mal me dava tempo de reabastecer a colher,  deu lugar a uma boquinha espremida de quem realmente nao quer nadinha.

O que ainda salva eh o santo leite materno, o qual ele ainda aceita  – todavia com bem menos ardor que o de costume.

Formula nem pensar. Alias, foram mais 22 dolares jogados na latrina, eu acho, porque ele simplesmente nao estah aceitando a mamadeira. Chega a empurrar com a linguinha! O interessante eh que antes de comprar a latona de formula, testei com uma caixinha de dose unica da mesma marca e ele, apesar de nao ter tomado tudinho, aceitou. Daih, quando me animei e levei a serio a compra da formula, fui surpreendida pela recusa absoluta. Mas isso jah eh um outro problema e tao pequeno, comparado a gripe e febre do meu pequeno, que nem vale o paragrafo que gastei.

Espero que ele melhore logo, ateh porque temos outras preocupacoes a resolver e o dia da fisio se aproxima…

aconteceu!

Foi assim:

Eu estava filmando as gracinhas do baby Nick, que agora estah super falante (da-da-te-te-te-teeeeeeee), quando o pequeno, olhando de rabo de olho, avistou um dos seus brinquedos favoritos e, sem que me desse tempo de ajeitar a camera, saiu ENGATINHANDO com a destreza de poucos em direcao ao alvo. Eu, tremula, quase chorando, consegui registrar aquele que seria o momento do alivio, do fim das minha preocupacoes, porque estava ali, diante dos meus olhos e da lente da camera tambem: baby Nick estava engatinhando, como se fizesse isso ha meses! Eu gritei, chamei o maridinho pra ver, pra compartilhar ao vivo e a cores comigo aquele momento.

A emocao foi tao grande que… acordei 😦

Eh, gente, ainda nao foi dessa vez… claro que foi soh um sonho. Mas foi tao real, tao cheio de emocao… O jeito eh seguir com os planos e leva-lo as sessoes de fisio e ao pediatra tambem. Fazer oque?

ainda tentando, mas ainda bem longe de conseguir 😦

pediatra marcado

Finalmente consegui um pediatra que apesar de soh ter hora pra meados de maio, me encaixou pra daqui a duas semanas.

Eh com muita vergonha que conto o motivo:

Quando liguei pra marcar uma hora com essa pediatra que cobra nada menos que 200 dolares por consulta, a secretaria me perguntou qual o motivo (eh, aqui voce tem que ter motivo pra visitar ao pediatra, nao pode simplesmente decidir que quer gastar 200 dolares por diversao) e eu comecei a tece-los:

1- perimetro cefalico acima dos 97%
2- certo atraso no desenvolvimento: ainda nao sustenta a cabeca bem quando de barriga pra baixo

Ela pediu pra aguardar e me retornou com a data: 15 de maio
Eu perguntei: nao tem como ser antes, nao?
Ela: a Dra. estah toda bookada… o bebe estah perdendo peso?
(senti que foi uma pergunta induzida)
Eu: sim, nas ultimas 3 semana, desde que introduzi os solidos, ele perdeu 100 g
 (o que eh verdade, mas ele estah longe de estar magrinho – SHAME ON ME! tudo por uma consulta)
Ela: bom, vou te encaixar no dia 6 de abril entao

O fato que baby Nick estah bem melhor, acho ateh que deu uma engordadinha. Talvez o problema com a perda de peso tenha sido soh mesmo uma adaptacao do seu organismo aos novos alimentos…
Gente, call me crazy  (eu to parecendo mesmo uma mae louca alucinada que nao tem mais o que fazer, mas sou preocupada por natureza!), mas to achando que existe uma forte chance de eu desmarcar a consulta =O|
Vamos aguardar… no dia primeiro de abril temos a sessao de fisio, vejamos como ele se sai e aih eu decido o que fazer.

de pernas cruzadas

eh assim que ele gosta de ficar

Acho curiosa essa mania que baby Nick tem de cruzar as pernas. Quando estah mamando semi-deitado cruza as pernas. Quando estah sentadinho no chao, perninhas de chines sempre. Quando estah sentadinho no play station, cruza tambem. Trocar a fralda? Very chalenging! Ateh da high chair eh dificil de tirar porque as perninhas cruzadas sempre empacam na saida. Nuncna vi!

foto, foto e mais foto

Pra quem nao as acompanha pelo Facebook, aqui vai uma tonelada de fotos (infelizmente mais uma vez, a maioria esmagadora dos retratos sao do little baby, jah que eh com ele que passo as 24 horas de todos os meus dias)

eh muita alegria…

Meu bebe punk mostrando os primeiros dentinhos

Vivi fazendo cara de Mr. Grumpy

meu molecote lindo de viver!

meu super bebe!

cavalgando pelo tapete verdinho: Nick e sua amiga, a ovelhinha guardia do berco 😉

a hora da comida eh a hora mais feliz!

he is 6 months!!

Baby Nick completa hoje 6 meses de vida e segue esbanjando fofura e simpatia por aih, quer dizer, por aqui :).

Por outro lado, ainda nao estah craque no levantamento e sustentacao da cabeca, o que continua preocupando a mamae neurotica aqui, entao, pra “comemorar” seu sexto mesversario, fizemos uma visita a GP – aquela que eu nao gosto muito, que fala com um sotaque colombiano carregadissimo sem esbocar nenhuma expressao ou entonacao (as vezes nao sei se ela estah perguntando ou afirmando) e que nao eh das criaturas mais delicadas da face da terra… mas fomos assim mesmo, porque eu soh queria uma indicacao pro pediatra – aqui tem disso, tem-se que respeitar o passo-a-passo da burocracia e ir ao GP antes, sempre que se quiser acessar um especialista (talvez porque especialista seja figura rara por aqui). Enfim, lah fomos nos e, claro, que ao falar dos problemas que me preocupavam, ela foi rebatendo um a um. Comecou com a sustentacao da cabeca. Enquanto eu falava com ela, bebezuco estava sentado no meu colo com uma postura de dar inveja, olhando no fundo dos olhos da dita-cuja, com a cabeca firmezinha. Claro que ela olhou pra mim e disse: a cabeca dele estah firme, nao tah vendo? (que raiva!! parece ateh que sou daquelas pessoas que nao tem o que fazer e vao pra fila do banco! que fique claro que odeio ir ao medico, ODEIO!). Na sequencia, falei da relacao peso, comprimento e circunferencia da avantajada cabecinha. Ela o pesou, mediu seu comprimento (com fita metrica de uma maneira bem imprecisa), checou a circunferencia. O peso bateu com o medido pela enfermeira na semana passada (ele estah nos 50%), a circunferencia tambem (acima dos 97%, Jesus!), jah o comprimento, bateu com o que medimos em casa (tambem com fita metrica), quando achamos que ele fosse grande e estivesse nos 90%, mas foi bem diferente do comprimento obtido com a medicao da enfermeira (na mesa propria pra isso), que o colocava abaixo dos 50%. Ou seja, se a medida da GP estiver certa, ufa, ele cresceu muito e por isso talvez nao tenha engordado tanto. Mas se a medida da enfermeira for a correta, we do have a problem. Segundo conta a GP, as enfermeira muitas vezes espremem os bebes na hora da medicao, mas gente, a diferenca eh de 5 cm!

O curioso eh que o bichinho come pra caramba e continua mamando bem e ainda assim tah magrelinho, quer dizer, na media.

Tambem falei com ela a respeito de comecar a inserir a formula e ela me perguntou “por que?”, eu disse “pra ele engordar, ora!”. Ela relutou um pouco e disse que eu poderia dar a formula como suplemento, mas que deveria continuar com o peito ateh um ano pelo menos =O| Okay, vamos ver, afinal nao ta nada divertido levar mordiscadas inesperadas, vivo tensa!

No fim das contas, consegui a indicacao pro pediatra, o qual eu espero que tenha hora pra antes do fim de maio…

Resumindo a opera, bebezuco vai bem, come pra caramba (aparentemente nao engorda de ruim) eh super esperto, atento, tem o olhar mais vivo do mundo, eh super sorridente, dah gargalhadas deliciosas… mas a mamae aqui se preocupa, sim, com qualquer unha encravada, quem dirah com uma cabecinha de proporcoes avantajadas e com o fato dele ainda nao sustenta-la devidamente. Serio, tenho ateh pesadelo. Mas vai passar e em breve estarei rindo das minhas preocupacoes, assim como aconteceu com o Vivi 🙂