26 weeks

Escrever um post referente a cada semana de gravidez nao eh nada trivial, mas vamos lah porque meus dedos sao tagarelas e agora soh faltam 14! =) Tem nocao? Pouco mais de 3 meses!!!!

Esta semana fiz uma triste constatacao e pelo que minha atualmente odiada balanca me informa, desde que engravidei, ou melhor, desde que comecei a me pesar, as 8 semanas, ganhei nada menos que, tcharam… DEZ quilos! Agora, se isso nao eh desesperador, nao sei mais o que pode ser. Bom, ateh sei… nao encontrar uma casa pra nos mudarmos em 20 dias, por exemplo, eh bem desesperador!

Claro que, como de costume, fui checar no blog antigo em que momento atingi a marca dos 10 Kg a mais e, pra meu desespero, foi entre as semanas 28 e 29! Isso porque havia acabado de voltar da minha babymoon de comilanca em Miami Beach. To perdida MESMO. Hoje, se eu for colocar dinheiro na bolsa de apostas, aposto que no fim desta gravidez terei ganho mais que os 16 Kg que ganhei na primeira. Soh espero que nao muito mais… Em pensar que nos meus doces planos de recem-gravida, esperava ganhar miseros 12 quilos… um HA-HA-HA bem grande pra mim! E, gente, nao eh como se eu comesse mais agora do que antes de engravidar, nao, juro!

Bem, tah quase chegando a hora de fazer o, por mim tao temido, teste de diabetes. Tomara que de tudo certo e eu nao precise me privar de doces, ou fazer dieta.

Fora isso, soh posso repetir que o tempo estah voando e ainda nao providenciei NADA do enxoval do pequeno. Quem me conhece, sabe que eu sou altamente organizada e metodica, sempre fui. E quando, por algum motivo, nao consigo ficar a frente da programacao, comeco a ficar agoniada. Pra voces terem uma ideia da gravidade da situacao, desde criancinha que sou assim. Lembro que no C.A., a professora passou um bloco com 30 folhas, frente e verso, de exercicios para serem feitos aos poucos durante as ferias do meio do ano. Pois bem, cheguei em casa, sentei a mesa e soh levantei quando havia terminado tudo! Perdi um tempao, mas fiquei com um mes inteirinho soh pra brincar! E mesmo durante os meses de aula, fazia o dever de casa assim que chegava em casa, antes de almocar, ou, em alguns casos, ainda no colegio, quando acontecia da minha mae demorar um pouco mais pra chegar. Tudo pra me livrar logo das obrigacoes. E assim sou eu ateh hoje.

Essa mudanca tem que sair logo, soh assim vou conseguir respirar e mergulhar de cabeca no projeto Enxoval do Nick ;). Claro que jah gerei minha programacao no Excel, mes a mes e, tudo correndo conforme o programado, ateh o inicio de agosto tudo estarah prontinho e terei, se baby Nick permitir, um mes pra ficar de pernas pro ar antes de virar novamente prisioneira da torre 🙂

mas afinal onde vamos morar?

Com imenso pesar, anuncio nossa saida de Brighton. Nossa estada aqui foi realmente lovely, o bairro eh fofo demais e nossa posicao simplesmente perfeita. Entretanto pra nao sairmos daqui com os olhos rasos d’agua, nosso proximo destino, apesar de nao ser nos moldes Brighton, eh bem simpatico e pratico. Continuamos podendo ir a peh a alguns lugares (inclusive mercado), jah que existe um comerciozinho na rua; a estacao de trem eh pertinho e a praia fica a um suspiro da porta de casa, assim como um mini-parque arborizado e gramado, que apesar de nao ter mobiliario infantil eh otimo pro Vini jogar bola 🙂

O perfil dos moradores do bairro eh otimo, e muito embora nosa casa fique na rua principal (soh que pra dentro do quarteirao), nao eh barulhenta.

Este eh o mapa da nossa mudanca: bolota amarela eh onde moramos, ponto A eh o trabalho do marido e ponto B eh pra onde vamos
 O “X” mostra onde fica nosso condominio. Reparem na linha do trem a direita, na praia e parque a esquerda e no comercio nos quarteiroes abaixo.

 Mais uma vez (nao me canso de agradecer), obrigada, Polly, por ter nos salvo de um huge mistake! =)

Em tempo: To adorando o fato da nossa casa ser super urbana/contemporanea =) Melhor do que isso soh se eu morasse num loft no SoHo…

5 horas depois…

Finalmente o bando de urubus que andava sobrevoando nosso telhado tomou o rumo do lixao e agora soh maritacas cantam por aqui! Cinco horas apos visitarmos a nossa entao possivel morada, recebo a feliz ligacao da agente dizendo ter acabado de falar com o proprietario sobre nossa aplicacao e que ele ficarah muito feliz de ter nossa lovely family morando lah!
Queria conseguir descrever o quao feliz eu fiquei com a noticia, mas nao consigo. Que alivio!!!!!
E pra tornar nossa mudanca mais feliz, o proprietario estah OK com a data em que queremos nos mudar, ou seja, nao teremos sobreposicao de alugueis (tah, teremos, mas soh 3 dias, nada grave) e ainda vai providenciar a instalacao de venezianas em toda a casa. Perfeito ou o que?
Nunca imaginei que a resposta pudesse chegar tao rapido, incrivel! Claro que assim que o marido encaminhou a application, entrei em contato com nosso atual agente, da agencia aqui de Brighton, e pedi que ele falasse boas coisas a nosso respeito ;), ao que ele foi super simpatico, dizendo nao soh que havia ficado muitissimo feliz com o fato de termos encontrado a casa, como tambem que faria tudo o que tivesse ao seu alcance pra que a conseguissemos de fato.
Desconfio que isso possa ter ajudado…
Amanha de manha assinamos o contrato, pagamos o primeiro mes e no dia 23 de Junho nos mudamos pra nosso novo (novo mesmo, seremos os primeiros moradores!) doce lar.
Foi dada a largada pro empacotamento da casa, as compras e o projeto pra solucionar o quarto dos meninos. Mal posso acreditar… alguem me belisca? =)

serah?

Hoje, segunda-feria, apos um final de semana frustrante e desesperador, fui acordada com a ligacao da agente responsavel pela townhouse que estavamos considerando ver, mesmo sendo o precinho nada atraente.
Foi soh o tempo de me arrumar e saimos pra finalmente ver de perto a casa.
Chegando lah, ainda do lado de fora, a impressao foi boa, fica a 10 passos da praia, tem um comerciozinho ao longo da rua, a estacao de trem fica numa distancia ideal (nem longe, nem em frente) e o condominiozinho de 10 townhouses eh novinho em folha (a construcao foi finalizada faz no maximo dois meses).
Acessando as dependencias, como era de se esperar, tudo cheirando a novo (tao bom!), entretanto tive minha primeira decepcao ao notar que a planta da casa nao era a mesma exibida no site, sendo os quartos menores do que o esperado (porem, num tamanho decente). No pavimento terreo ficam o hall de entrada, a lavanderia, um linen closet, um deposito embaixo da escada, a garagem (pra 2 carros), dois dos quartos (ambos com armarios embutidos e acesso ao patio) e um mega banheiro com banheira e chuveiro separados (sem brincadeira, dah pra fazer uma festa no banheiro). Seria perfeito, mas, perfeccionista que sou, confesso que fiquei – e ainda estou – apreensiva com o tamanho dos quartos, jah que pretendia fazer de um deles o dormitorio dos meninos (deixando o quarto lah de cima como playroom/study, conforme contei em post anterior), mas fazer o que? O tempo urge!
A boa noticia eh que antes mesmo de acessar o andar de cima, a agente me comunicou que esta manha o preco semanal pedido pela casa havia reduzido de 495 para 450!!!!!! Quase chorei de emocao! No fim das contas, esta casa novinha em folha custa o mesmo que a outra (pra qual aplicamos) que nao eh novinha, nao tem lava-louca e onde os quartos sao menores. Ponto pra Chelsea!
Chegando no pavimento superior, vi que a cozinha nao era o que eu esperava (de novo, sou extremamente perfeccionista, eu sei!), e o motivo era simples, a planta nao eh em “U”, mas em “L”. Logo, teremos que providenciar uma “island” – ok, nada muito grave…
A area social eh um grande espaco aberto  – super contemporaneo – que engloba cozinha, area de jantar e de estar, completamente integrados e com acesso, por portas de vidro, ao terraco. A cozinha tem armarios de bom gosto, assim como as appliances. Ao fundo estah o master bedroom, bem mais espacoso, com banheiro e armarios embutidos (infelizmente nao foi dessa vez que recuperei meu walk-in closet). Pra finalizar, um lavabo e um coat closet. Ah, sim, como toda casa nova, tem aquecimento, ar condicionado, garagem com controle remoto, interfone e alarme.
Nao dah pra reclamar, neh nao? Ainda mais com a massiva reducao no preco! Sem duvida, colocou a outra casa no chinelo… Entretanto, ainda assim, mesmo com toda essa pompa, mesmo eu sabendo que eh o melhor negocio que a gente pode conseguir, to com a pulga atras da orelha por causa do tamanho dos quartos de baixo e porque a casa nao tem cortinas/persianas em um comodo sequer. Eu sei, eu sei que isso eh o cumulo da implicancia, mas fazer o que, eu gosto das coisas perfeitinhas. Mas a verdade eh que dentro do meu alto grau de exigencia, apos ter visto 20 casas, esta foi a unica que se aproximou do Padrao Erica de Qualidade, entao, minha gente, se Deus permitir, eh lah que passaremos pelo menos os proximos dois anos. A aplicacao jah estah a caminho. Vamos pedir pra que a mudanca seja daqui a duas semanas e com sorte eles vao aceitar. A nosso favor temos que a imobiliaria eh a mesma com a qual temos o atual contrato, sendo que numa filial diferente, em outro bairro, mas, poxa, temos um bom historico!
Agora, mais do que nunca, dedinhos das maos e dos pes cruzadissimos, porque essa angustia precisa acabar! E eu preciso, urgentemente, partir pro proximo estresse: enfiar duas criancas num quarto 3 x  3.20!

coisas de vivi

Faz uns dois meses que, na tentativa de fazer o Vivi comecar a gostar da ideia de ter um irmaozinho, disse pra ele que baby Nick quando sair da barriga da mamae vai trazer um presente bem legal pra ele. Vinizinho, eh claro, adorou a noticia.
O tempo passou e ontem a noite, estavamos os tres jogados no sofa, quando perguntei pro Vini: “Filhote, voce quer falar com seu irmaozinho, fazer um carinho nele?” E ele: “yes!” Pos o rostinho bem perto da minha barriga e disse assim: “Imaoginho taz pegente!” na sequencia, deu um beijo, fez um carinho, abaixou minha blusa e seguiu a vida.
Primeiro, sempre fico impressionada com a memoria de elefante do pequeno (soh falei isso uma vez ha dois meses!). Segundo, eta menininho interesseiro! =)

mais um capitulo da nossa novela

Hoje acordamos e ainda de barriga vazia saimos pra nossa maratona de inspections. Foram 5 casas, das quais, no final das contas, aplicamos pra apenas uma. E digo, ateh aplicamos, porem com uma profunda dor no coracao, afinal, se ha uma coisa da qual eu reclamo desde que nos mudamos pra nossa atual morada eh da falta que uma dishwasher faz. Como a bendita faz diferenca! E, pro nosso azar, soh uma casinha foi capaz de atender a, let’s say, 70% dos criterios de procura e infelizmente a dishwasher nao estava entre eles. Bom, aplicamos, fazer o que, antes isso do que ficar sem casa.

Fiquei tao triste que queria chorar, mas o desanimo era tanto que nem isso consegui. Talvez se tivesse chorado, teria posto pra fora minha decepcao, minha angustia. As vezes um mar de lagrimas eh importante pra lavar a alma e renovar as forcas, a esperanca. Mas como disse, nao chorei e ao inves disso, sentei em frente ao computador e comecei a rever as possibilidades. Claro que de ontem pra hoje, nada novo surgiu e claro, tambem, que as ofertas mais recentes soh estarao disponiveis em Julho, ou seja, de nada nos adianta, jah que temos que entregar a casa dia 26.

O que eu fiz? Respirei fundo e sugeri ao marido, num ato desesperado, aumentarmos mais uma vez nosso orcamento e com isso, minha gente, estamos dispostos a pagar 500 dolares por semana, desde, eh claro, que a casa seja perfeita.

Comecei a procurar novamente, agora com o novo valor e, acreditem voces, ateh assim tah complicado! Entretanto, como Papai do Ceu existe, passamos os olhos novamente por uma propriedade que jah haviamos visto, porem descartado pelo fato de ter dois dos quartos no outro pavimento, soh que agora, olhando melhor, notamos que os quartos sao surpreendentemente espacosos, coisa mega rara por aqui, logo, poderiamos nos aboletar de um deles pra gente e no outro acomodar os dois molequinhos (sugestao do marido que, no desespero, se pos a pensar outside the box), deixando o terceiro (na verdade a master suite, o maior de todos) para playroom/office/guest room. Bom, isso sao soh os nossos planos baseados na planta que vimos na internet e sempre existe a possibilidade de famigerada estar fora de escala, entao soh poderemos respirar aliviados apos vermos a casa ao vivo e a cores, se Deus quiser, nesta segunda. Ateh lah, o jeito eh tenta nao pensar sobre o assunto. Sinto que o domingo vai se arrastar, assim como as proximas duas noites.

De um jeito ou de outro, acho que, finalmente, esta semana liquidamos o assunto: ou vamos morar em Cheltenham numa casinha super simpatica, porem sem area externa, nem lava-louca, ou vamos morar by the beach, em Chelsea, numa townhouse cheirando a nova com todas as facilidades da vida moderna, sendo o unico porem a localizacao de dois dos quartos. Vamos ver o que acontece…

Claro que depois de encontrarmos a casa, ainda temos que ser escolhidos pelos donos, neh?!

Oh well, em uma semana, se Papai do Ceu permitir, estaremos empacotando a casa. Eu mal posso esperar!

it sucks!

Ontem a noite Vinizinho foi dormir por volta das 9, porem, apos uma hora e meia de sono aparentemente tranquilo, o bichinho acorda chorando ininterruptamente reclamando de dor no ouvido esquerdo. Vou te contar, eh desesperador ver um filho reclamando de dor e voce nao saber o que fazer. No inicio achamos que fosse manha (coisa que jah aconteceu inumeras vezes), depois pensamos ser um daqueles pesadelos que ele costumava ter, entretanto ele estava muito consistente, reclamava, pedia colo da mamae, a dor nao passava, ia pro colo do papai, nao passava tambem, voltava pro colo da mamae… tadinho, parecia uma barata tonta, nao sabia o que fazer. Perguntei onde era a dor, se na orelhinha ou dentro do ouvido e ele repetia entre o choro: “dentro, dentro!”

Falei pro marido: “vamos pro hospital!” E o bichinho: “hospital, hospital!!” num choro desesperado.
Eu, como eh sabido, nao sei manter a calma em certas situacoes e frequentemente me desespero, choro junto, o que nao ajuda nadinha, eu sei, mas eh mais forte que eu (estando gravida entao!).
Partimos pro hospital, onde ficamos das 11pm as 3am. Por volta da meia-noite, deram pra ele um remedio pra aliviar a dor, enquanto esperavamos nossa vez e foi aih que o bichinho capotou no colo do papai. Claro, nao durou muito tempo, porque dormir numa cadeirinha apertada eh meio complicado. Enfim, soh fomos ser atendidos por volta das 2:30am. E aih voce me pergunta, a emergencia tava cheia? NAO! Tinha meia-duzia de gatos pingados, mas aparentemente, tem pouquissimos medicos, que entre uma emergencia e outra, devem checar o Facebook, Twitter, ver as noticias online… soh pode! Enquanto isso, meia-duzia de pessoas sofrendo do lado de fora. Mas tudo bem, neh, depois eles pedem desculpas pela demora e fica tudo resolvido.. Afff!

Da proxima vez, vamos ao hospital que costumamos ir, que ateh eh mais longe, mas somos atendidos no ato.

Resumindo a opera, Pobre Vini tem uma infeccao no ouvido, tadinho, entretanto o medico nos aconselhou a nao dar antibioticos de pronto, jah que, aparentemente, infeccoes assim podem ir embora sozinhas depois de uns dias (50-50). Enquanto isso, vamos dando Panadol pra tirar a dor… E se a infeccao persistir, a gente comeca o antibiotico e reza pro pobrezinho nao apresentar quadro de diarreia nem vomito.

Fomos dormir depois das 3 da manha, exaustos os 3.

*********************

Quando estavamos chegando ao Hospital, chegava tambem uma gravida sentindo as contracoes do parto. Me segurei pra nao chorar.  Nao adianta, passados quase tres anos, nao me recuperei do trauma do parto e morro de medo desse ser igual (ou pior). Mas estou me mantendo otimista, baby Nick vai ser, desculpem o termo chuleh, cuspido, se Deus permitir! Que os anjinhos digam Amem!