castigo, papai!

Ontem a noite, nosso zezinho-encrenca tava que tava! Era um agito soh, chorava, gritava, pulava em cima do sofa (e da gente), arremessava coisas na mamae e no papai… um horror! Nada o acalmava, nem conversa, nem ameaca de castigo.

Eu e o marido, ainda assim, insistimos em assitir um filme e, tentando ignorar a bagunca e pirraca do Vinizinho, fomos tocando o barco, ateh que o bonitinho, num ato desesperado, arremessou um cestinho de vime em cima do papai e este, num reflexo, jogou o cestinho longe. No mesmo segundo, Vini olha pra ele e, apontando pro corredor, grita furioso: “Pick it up! Nao pode, papai! Don’t like it! Castigo, papai!”

Obviamente, nao aguentamos e caimos na gargalhada. O danadinho ficou, como diria o vovo Fred, buzina 🙂 e repetia sem parar, “castigo, papai”. Na minha humilde opiniao, o papai deveria ter acatado o castigo, neh nao?  =) Dar o exemplo 😉

O que eu sei, eh que a cada dia fica mais claro que nosso nem-tao-pequeno sabe muito bem o que eh certo e o que eh errado.

Nos, mamae e papai, temos sido fieis aplicantes das taticas da Super Nanny e, pra nossa alegria, apos um curto, mas doloroso, periodo de adaptacao, tem dado super certo e nosso bonitinho “acata” os 2 minutos e meio de time out, sentadinho na cadeira. Claro que nao fica calado, chora, se descabela, chama a mamae (o que me parte o coracao, mas tenho que ser forte!), mas jah entendeu o procedimento e sabe que se levantar da cadeira a contagem zera e comeca novamente.

As vezes ele acha que vai sair impune e, principalmente, quando estamos fora de casa, se ele apronta das suas e eh confrontado com a ameaca do castigo, ele repete, quase feliz: “castigo!”, nos desafiando. Como na rua eh mais dificil aplicar o time out, da ultima vez, o que fizemos foi avisa-lo (sempre 3 vezes, sao 3 chances de se comportar) que ao chegar em casa ele ficaria na cadeirinha e foi o que aconteceu.

Agora que a gente sabe que ele entende bem as coisas, temos que ensina-lo que pra tudo o que ele faz existe uma consequencia. Bom comportamento gera festa, palmas, premio. Mal comportamento gera time out!

*************

Esta semana recebi um email de um amigo com um video mostrando uma entrevista com uma psicopedagoga (reparem que ela eh meio lerda) que, sinceramente, nao deve ter filhos e se os tem, eles sao santos, anjos de candura, plastificados, porque ela alega que nao se deve educar nem com palmadinhas (com o que, particularmente, concordo!), nem com castigo (tah doida, neh?). Diz que o certo eh conversar, com voz baixa, olhando nos olhos. HAHA! Isso eh facil, dependendo do que, ou de quantas vezes a crianca aprontou. DUVIDO que alguem que tenha uma crianca impossivel consiga se conter o tempo inteiro, com voz baixa e tranquilidade e dizer placidamente: “Meu filhinho, nao eh assim… blablablah…” Sei… bom, a menos que esta(e) mae(pai) tenha coca-cola ao inves de sangue correndo nas veias, ou entao que a crianca seja muito comportada e quase nunca de ataques, eh impossivel!
Aqui em casa eh assim, nao obedeceu, cadeirinha nele! E, no final, dizemos que o amamos e explicamos novamente porque ele ficou de castigo, entao ele pede desculpas, dah beijo e abraco e assim, vamos moldando o comportamento do nosso bonitinho, apresentando consequencias pros seus atos.
Mas, claro, isso somos nos… Cada qual sabe (ou deveria saber) como educar seus filhos.

http://video.globo.com/Portal/videos/cda/player/player.swf

Em tempo:
1- Em “defesa” da psicopedagoga, acredito, sim, e muito, no dialogo, mas exclusivamente dialogo funciona com rarissimas criancas.
2- Ah sim, uma outra “entendida do assunto” diz que se o dialogo nao funcionar, pode “colocar pra pensar”. Aloooooooouuuu, “colocar pra pensar” eh eufemismo pra “colocar de castigo”. Afff…

3 Comments

  1. Pois eh. Concordo plenamente. Tem que ter um equilibrio: Tentar conversar calmamente sempre que possivel. Mas tem vezes que nao dah e crianca precisa de um castigo sim, pra aprender que existem consequencias as suas acoes.Soh que tem que se tomar cuidado pra nao exagerar nem de um lado nem de outro. Eu particularmente acho que aqui em casa a gente acaba exagerando pro lado da bronca, o que eh ruim e a gente tem que se policiar bastante. Mas tbem nao dah pra ficar soh na conversa calminha sempre…

    Curtir

    Responder

  2. O Antônio também já mandou o Roberto pro castigo..rs…Aliás ele está com essa mania agora, de dar bronca na gente. Aqui rola castigo também, palmadas de jeito nenhum. Eu gosto da filosofia de dar muita atenção pra criança e conversar muito com ela, mas só quando ela está se comportando bem. Se está se comportando mal não dá pra ficar só na conversa mansa.Bjs.

    Curtir

    Responder

  3. Afff, quero ver quando chegar minha vez. Eu me estresso com as criancas do super nanny, tudo muito mal educada ao extremo, mas as dicas que ela dah sao muito legais. Espero saber lidar com isso – sou tao facilmente irritavel. :-S

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s