a vida na australia so far: pros, contras e balanco

Antes de virmos pra cah, visitei muitos blogs de brasileiros que vivem aqui (nao necessariamente em Melbourne) e contam as vantagens e desvantagens da vida aussie. Sem falar que todo mundo que a gente conhece tem um irmao, um primo, um amigo que mora na Australia… E todos sao unanimes: Australia rocks! Australia eh o que ha, tudo de bom na vida do ser humano 🙂
Bom, a beleza existe, nao vou negar, mas cah entre nos, a Australia soh eh perfeita pra quem saiu do Brasil. Meu ponto eh, brasileiros saidos do Brasil amam a Australia, acham a vida aqui perfeita, o paraiso na terra. Jah brasileiros que moraram fora (nao digo na Europa, porque dependendo do pais, a vida pode ser bem baguncada, complicada), especialmente – e por que nao dizer especificamente (?!) – nos Estados Unidos, nao acham a casa do canguru essa maravilha toda…
A vida aqui nao eh tao simples como nos EUA, onde tudo eh resolvido em milesimos de segundo, onde voce tem sempre razao, onde eletronicos e eletro-domesticos saem a preco de banana, onde comer fora custa tanto quanto comer dentro :), onde voce facilmente consegue um financiamento pra comprar o carro dos seus sonhos pagando juros ridiculos, onde “se quebrou, joga fora e compra novo”… Aqui a banda toca um pouco diferente. Eh como se fosse o Brasil melhorado (beeem melhorado), sem aquela corrupcao, sem tamanha violencia… Aih, meus caros, nao dah outra, brasileiro vem pra cah e cai de amores! Nos tambem estamos encantados com a vida aussie, nao necessariamente pelos mesmos motivos dos outros brasileiros. Nos encantamos com viver a 15 minutos do centro da cidade, numa casinha com quintal, jardim e onde os passarinhos cantam, distantes 5 minutos da praia. Nos encantamos com pode-se viver bem, ter tudo ha poucos passos da porta de casa. Nos encantamos por estar de volta a big city e nem por isso termos que nos preocupar com a violencia. Nos encantamos com o jeito aussie-baiano de ser. Nos encantamos com um povo que sabe viver, que trabalha pra viver e nao vive pra trabalhar. No entanto, nos quesitos organizacao, rapidez no atendimento e burocracia, por exemplo, a Australia estah longe de competir com os EUA. Aqui tem muita conversinha fiada, gente enrolada que segue o roteiro e nao sabe improvisar. E nesse ponto, queridos, I miss the USA!
Mas, apesar disso e, mais do que isso, apesar de eu ainda nao estar com a vida nos conformes, como manda o figurino, ainda assim, nao voltaria pros EUA. Nao tenho a menor vontade de morar novamente numa cidade americana. Claro, que se fosse pra morar em Manhatan ou em San Francisco, eu ateh colocaria na balanca, ponderaria… mas nao pra esse momento da minha vida, e sim pra daqui uns 4 anos… Mas a verdade mesmo, eh que apesar de eu ter me acostumado as facilidades da vida americana, apesar de sentir falta disso, meu sangue brasileiro-baguncado fala mais alto e estar num lugar onde te dao desconto quando voce vai comprar eletro-domesticos, estar num lugar onde as pessoas sao mais enroladas (porem mais humanas, calorosas), estar num lugar assim faz com que eu nao precise tempo pra me adaptar. Faz com que eu me sinta em casa desde o primeiro dia.
Eh assim que eu me sinto: em casa! Mesmo estando tao longe, sentimos que estamos em casa.
Hoje completamos dois meses desde que desembarcamos em Melbourne, dois meses desde o primeiro por do sol na praia de Elwood, dois meses desde o primeiro nhoque em St. Kilda. Dois meses de muuuuitos outros que estao por vir e que, certamente nos darao muitas razoes pra rir e muitas estorias pra contar.

A verdade eh que a vida nos EUA chega a ser artificial de tao arrumadinha, de tao certinha, o que pra mim foi encantador… no comeco. Depois comecei a me sentir dentro de um grande Show de Truman, de uma grande cidade cenografica, onde tudo eh programado pra dar certo. Foi bom viver nesse seriado americano nestes ultimos 5 anos, mas do fundo do meu coracao, cada vez que olho ao meu redor e me dou conta de onde estou, fico feliz por termos tido a chance de mudar de ares. Soh nao fico mais feliz porque ainda eh inverno e, apesar do inverno daqui nao ser NADA comparado ao de Bloomington, eu preciso que o verao chegue…e logo!!!!

3 Comments

  1. ola érica!Meu nome é Michele, filha, irma, aimiga, arquiteta e esposa. Mae e tia ainda nao heheheSou gaúcha, estou em Sydney há 3 semanas e estava procurando uns blogs sobre a vida na australia pra ler…e me identifiquei d+ com esse seu texto! Nao vivi nos EUA, mas imagino que seja assim como falou…e quando cheguei na australia, senti exatamente o que descreveu…interessante essa sensaçao de se sentir em casa!Estou gostando muito daqui! Ainda encantada com a vida aussie. heheParabens pelo texto.Engraçado. Interessante. Legal. =)Um gnd bjo!Michele de Oliveiramichele_oli@hotmail.com

    Curtir

    Responder

      1. Eu bem sei disso, Nivea! Acho que as vantagens dos EUA é 1. perto do Brasil e 2. tudo aí é muito mais barato! 🙂 Mas após estes 6 anos vivendo aqui na Austrália, confesso que o lifestyle aqui me agrada mais. Sem falar que não tenho nada a reclamar do sistema de saúde nem das leis trabalhistas…

        Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s